Compreender a Tecnologia Digital (Understanding Digital Technology_pt)

Bem-vindo (a)

Introdução

 

Objetivos

Neste Curso, irá começar a sua viagem digital para:

  • Familiarizar-se com as metas e os objetivos do Nielsen's Digital Journey
  • Compreender o significado geral de digital para a Nielsen, para os nossos clientes, e para si
  • Aprender a terminologia digital chave e adotar uma mentalidade empreendedora para continuar a aprender após este curso

Métodos

Irá explorar tópicos como:

Navegação



Pode navegar através da sua jornada digital na ordem que pretender. É só usar ícone que se encontra no canto superior esquerdo.

Vamos começar!

O que é Digital?

O que é Digital?

 



Quer saber mais?
Clique aqui para ler um artigo para ficar a entender o que significa para um negócio tornar-se digital.

Introdução à Terminologia Digital

Introdução à Terminologia Digital

Nesta lição, serão apresentados termos digitais com os quais terá que se familiarizar na linguagem de uma empresa digital. Estes termos poderão lhes parecer familiares, pois você os usa diariamente no trabalho. À medida que vai explorando estes termos, pense em como a Nielsen aproveita a tecnologia, tanto atual como futuramente. Compreender estes termos, seja qual for o seu papel na Nielsen, irá nos ajudar a acelerar a nossa evolução.

Vamos começar!

Informática em Nuvem



A prática de usar uma rede de servidores remotos alojados na internet para armazenar, gerenciar e processar dados, ao invés de um servidor local ou um computador pessoal.

 



Exemplos

Reflexão: Como é que a Nielsen aproveita a informática em nuvem?

Aproveitamos o OneDrive da Microsoft como o nosso armazenamento online e serviço de sincronização. Se ainda não tem uma conta no OneDrive, clique aqui para saber como começar.
 


Sabia que?

"O nome é "informática em nuvem" porque os programas antigos colocavam um círculo em volta dos ícones dos servidores para desenhar esquemas de redes. Um cluster de servidores em um diagrama de redes tinham vários círculos sobrepostos, o que se assemelhava a uma nuvem". Eric Schmidt & Jonathan Rosenberg, How Google Works (Nova York: Grand Central, 2014) 15, nota 10.
 

 

Quer saber mais?
Clique aqui para ler um artigo sobre informática em nuvem da PC Mag.

Informática em Nuvem

  • Verdadeiro
  • Falso
Verdadeiro ou Falso:
Um iPad da Apple é um exemplo de informática em nuvem

Serviços em Nuvem

Existem quatro categorias principais nos serviços de informática em nuvem.

  • Infrastructure as a Service (IaaS)
  • Platform as a Service (PaaS)
  • Software as a Service (SaaS)
  • Data as a Service (DaaS)

Infrastructure as a Service (IaaS)


A IaaS é considerada como o elemento fundamental na construção de serviços em nuvem. É uma categoria de informática em nuvem na qual o processamento a pedido, o armazenamento ou os recursos de rede são fornecidos ao cliente. O consumo é ajustável para acomodar picos de utilização, na medida em que ela é vendida a pedido com um investimento limitado ou até sem qualquer investimento inicial para o utilizador final. Os clientes pagam apenas pela capacidade que é utilizada (tal qual um utilitário), ao contrário da auto-hospedagem, na qual o utilizador paga pela capacidade do sistema, quer esteja a ser utilizada ou não.


Exemplos

  • Amazon Web Services (AWS)
  • Windows Azure
  • Google Compute Engine
  • Rackspace Open Cloud
  • IBM SmartCloud Enterprise


Links



Quer saber mais?
Clique aqui para acessar e veja um infográfico que explica a IaaS.

Platform as a Service (PaaS)


Outra categoria de serviços de informática em nuvem, a PaaS possibilita o aluguel, através da internet, de hardware, sistemas operativos, armazenamento e capacidade de rede. Esta estrutura dá liberdade aos utilizadores para instalarem hardware e software internos para desenvolverem ou executarem uma nova aplicação.

A PaaS é uma categoria de serviços mais recente e foi projectada para desenvolver e instalar aplicações de nuvem.


Exemplos

  • Fornecedores de PaaS públicas:

       - Salesforce Heroku
       - AWS Elastic Beanstalk
       - Microsoft Azure
       - Engine Yard

  • Fornecedores de PaaS privadas:

       - Apprenda
       - VMware owned Pivotal
       - Red Hat Openshift
 

Links

 

Quer saber mais?
Clique aqui para acessar um artigo da TechTarget que lhe dá mais detalhes sobre o papel da PaaS na família "as a service".

Software as a Service (SaaS)



Um modelo de distribuição de software, as aplicações SaaS são alojadas por um fornecedor ou fornecedor de serviços, e estão disponíveis para os utilizadores através de uma rede, que é normalmente a Internet. Isto pode também ser chamado de 'software a pedido'.
 


Exemplos
A SaaS é essencialmente a camada de consumo da informática em nuvem, que inclui aplicações de web que são executadas via browser, tais como Gmail, Office 365, Quicken.com, etc...


Características
Várias características importantes na base do modelo de distribuição de software SaaS incluem:

  • Alojamento/fornecimento centralizado
  • Plataforma uniforme para fornecimento
  • Colaboração aberta/partilhada
     

Links


Quer saber mais?
Clique aqui para ler mais sobre a SaaS e como as suas características são diferentes do modelo de software tradicional.

Data as a Service (DaaS)



A DaaS é um estratégia de nuvem onde dados úteis podem ser fornecidos aos utilizadores a pedido, independentemente da separação geográfica ou organizacional entre consumidores e fornecedores.

 

O benefícios

  • Possibilidade de facilmente mover dados entre plataformas
  • Preservação da integridade dos dados
  • Facilidade de administração
  • Facilidade de colaboração
  • Acesso global
  • Atualizações automáticas

 

Links


Quer saber mais?
Clique aqui para acessar um artigo da TechTarget que lhe fornece mais detalhes sobre a DaaS.
Clique aqui para ler um artigo sobre as 10 empresas de megadados mais inovadoras do mundo. Pense em como colocar a Nielsen nessa lista.

Serviços em Nuvem

  • Platform as a Service (PaaS)
  • Data as a Service (DaaS)
  • Enterprise as a Service (EaaS)
  • Infrastructure as a Service (IaaS)
  • Software as a Service (SaaS)
Selecione da lista abaixo as quatro principais categorias de serviços de informática em nuvem

Application Program Interface (API)



A API é uma série de rotinas, protocolos e ferramentas para a criação de aplicações de software. Basicamente, a API é o código que permite que dois programas de software se comuniquem entre si.
 


Exemplos

Reflexão: A Nielsen oferece alguma API?

Sim! As APIs de TV do Twitter da Nielsen dispõem dos serviços de captura do Twitter mais completos do mercado para alimentar as aplicações de TV social para tablets, smartphones, aplicações ligadas à TV e caixas adaptadoras. 

Clique aqui para saber mais sobre o conjunto de aplicações API da Nielsen.

 


Quer saber mais?
Clique aqui para ver exemplos mais conhecidos de API.
Clique aqui para rever uma simples analogia de "APIs e Você" na página 2 deste artigo.

Application Program Interface API

  • Verdadeiro
  • Falso

Verdadeiro ou Falso:
A API é o código que permite que dois programas de software comuniquem entre si.

Megadados



Os megadados descrevem o crescimento exponencial e disponibilidade de informação no nosso mundo digital.

 


Os 3 Vs

 

Tipos

Os megadados são divididos em dois grandes tipos:

  • Dados estruturados são organizados numa forma mecanizada e gerenciável (por exemplo, os dados de painel da Nielsen). Podem ser pesquisados e integrados facilmente.
  • Os dados não-estruturados são crus e desorganizados. Incluem dados de linguagem natural, imagens, e vídeos que são mais difíceis e onerosos de se analisar (por exemplo, a parcialidade dos posts de mídias sociais).

Os megadados muitas vezes apresentam desafios, o volume apenas torna desafiante discernir o sinal do barulho. Muitos conjuntos de megadados, apesar de serem tipo censo, estão incompletos ou não representam a totalidade da população.


Como é que os megadados funcionam na Nielsen?

Para a Nielsen, os consumidores visualizam e compram cada vez de mais formas. Mais dispositivos conectados à internet significa mais dados não estruturados. Análise de Big Data buscam produzir insights a partir destes complexos " escapamentos de dados ", ou a informação produzida muitas vezes, inadvertidamente por uma maior interconectividade.

Produtos "estilo megadatos " da Nielsen incluem Nielsen Digital Ad Ratings, Nielsen Twitter TV Ratings, Nielsen Buyer Insights, and Nielsen Catalina Solutions. Cada solução mede a atividade do consumidor usando dados do censo de transações reais / interações.


Exemplos de processos de Megadados

  • Extratos de dados: O processo de recuperar dados de uma fonte de dados (normalmente uma fonte de dados não estruturada) para mais processamento ou armazenamento.
  • Harmonização de dados: O processo de fornecer dados num formato claro e comparável que pode ser integrado com os dados do cliente.

Megadados

  • Dados Não Estruturados
  • Dados Não Consumíveis
  • Dados Consumíveis
  • Dados Estruturados
Quais são os dois grandes tipos de megadados?

Tecnologia Data Federation


A tecnologia Data Federation é um software que fornece uma organização com a capacidade de agregar dados de fontes díspares numa base de dados virtual, para que possam ser usados em BI (Business Intelligence) ou outras análises. 

Ao invés de agrupar todos os dados numa base de dados, o Data Federation recolhe metadados, dados que descrevem a estrutura dos dados originais, e coloca-os numa única base de dados. O Data Federation permite que os utilizadores acessem a dados de terceiros sem terem que passar por toda a integração de dados ou criação de armazéns de dados.

Existem vários tipos de estratégias que usam a tecnologia Data Federation, incluindo a virtualização de dados e a IaaS (Infrastructure as a Service).


Links

Quer saber mais?

Clique aqui para acessar um artigo da TechTarget que lhe fornece mais detalhes sobre a tecnologia Data Federation.
Clique aqui para compreender a diferença entre Data Federation, virtualização de dados e integração de dados.

Tecnologia Data Federation

  • Verdadeiro
  • Falso
Verdadeiro ou Falso:
A IaaS (Infrastructure as a Service) é um exemplo de estratégia que usa a tecnologia de federação de dados.

Digital at Nielsen Visão geral

Digital at Nielsen



O Digital at Nielsen está relacionado ao aproveitamento da tecnologia para transformar a Nielsen em uma empresa mais digital. Ao tornar-se uma empresa mais digital, a Nielsen pode tomar decisões mais rapidamente, com mais flexibilidade, integração e abertura.
 

A nossa meta é a de, no final, fornecer quatro soluções chave.

  1. Dados diferenciados e análises preditivas no momento certo para os clientes ativarem com precisão
  2. Ferramentas robustas e automatização que aumentam a confiança dos clientes na Nielsen, criam capacidade para atividades de clientes de maior valor
  3. Integração perfeita com produtos, sistemas de clientes e terceiros
  4. Uma experiência mais contemporânea para o cliente e para o sócio

Por que a Nielsen está se tornando uma empresa digital?

Por que a Nielsen está se tornando uma empresa digital?

O comportamento dos consumidores está mudando rapidamente devido à dispositivos e tecnologias digitais. Os nossos clientes também estão passando por esta experiência e se adaptando para aproveitar a tecnologia e informações/insights para criar uma vantagem competitiva.

Temos que estar sincronizados com tudo isso para podermos ajudar os nossos clientes a vencer. 

Tornar-se "Digital" significa transformar a nossa arquitetura digital e sofisticar produtos para que estes permitam novos níveis de velocidades, flexibilidade, integração e abertura.

 

 

 



Quer saber mais?
Clique aqui para ouvir Karthik Rao, vice-presidente executivo da Digital Enablement, a falando sobre o Digital nos bastidores da GLM 2015.
Clique aqui para ver um breve vídeo no qual o Diretor da McKinsey Paul Wilmott explica como as empresas se podem tornar digitais com sucesso.

Por que o Digital é importante para os nossos Clientes?

Por que o Digital é importante para os nossos Clientes?

O passo da evolução digital está acelerando. Consumidores conectados: estão mudando o mundo, com implicações significativas para os nossos clientes.

Os nossos clientes devem adaptar-se à vida digital dos consumidores enquanto equilibram várias outras prioridades:



Adaptar-se os consumidores

 





Adaptar-se à economia
 




Compreender o software, algoritmos, e inovação de megadados

 


 


Quer saber mais?
Clique aqui para ouvir Karthik Rao, vice-presidente executivo de Digital Enablement, falar sobre o Projecto Sync e o papel da Nielsen para ajudar os nossos clientes a navegar pela sua jornada digital e a marcar pontos com os consumidores.
Clique aqui para ler um artigo sobre a competição na era digital.

Sucesso Digital

Atividade: Para você, o que significa Digital?



Clique aqui para ir para o NLSN Digital community no Goolge + e falar com os seus colegas. Compartilhe a sua ideia sobre o que é digital.

O Que Ven a Seguir?

O que você pode fazer?

Parabéns por ter chego a este ponto na sua jornada digital!

Como o digital continua a evoluir, gostaríamos de encorajá-lo a continuar a explorar.

Próximos Passos

Aqui tem alguns passos para continuar a sua viagem digital:

  1. Compreenda a nossa estratégia: O que é e o que não é. O que significa para o seu negócio e para as suas equipes.
  2. Foque-se numa estratégia Outside-In: Converse com os seus acionistas e clientes para compreender como a tecnologia transforma as suas indústrias.
  3. Impulsione mudanças positivas: Permita à sua equipe seguir em frente com você, identifique oportunidades que irão impulsionar o nosso progresso, procure por conhecimentos digitais em novos talentos, certifique-se de que a sua liderança digital é autêntica.
  4. Seja intelectualmente curioso (a): Continue a instruir-se, aprenda a terminologia, conheça as tendências, aprenda com os líderes de mercado, arranje um mentor.

Additional Resources


Internalize the strategy: 
Use technology to transform Nielsen into a more digital company - so we can help our clients make business decisions with new levels of speed, flexibility, integration and openness.

  • Click here to join digital discussions with your colleagues.




Books




Articles

Parabéns

Completou o Compreender a tecnologia digital

Gostou do curso? Pensa que é útil? Ajude a espalhar a palavra ao recomendá-lo!

Test your knowledge!

Play the Digital Trivia Game on your computer or mobile device.